Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Sexta página do caderno"

   Você conseguiu seriamente me deixar louco por você, as coisas que escrevo são todas para ti. Meus pensamentos são seus, que eu diga, e por mais que eu diga que não queira, eu sempre caio em contradição, e me entrego. Eu te amo.
   Se eu pudesse te dizer isso, eu te diria todos os dias, todas as horas, todos os momentos. Eu te diria sem fim, eu te amo, eu te amo, eu te amo. Mas eu não estou preparado para dizer, sinto e vejo em seus olhos que você não está preparado para ouvir isso. Apesar de tudo, era isso que eu precisava. Alguns dias, eu havia escrito que era melhor sofrer por um amor não correspondido do que estar frio, e suou como uma prece, você caiu em minha vida, caiu no meu coração, e invadiu meus pensamentos, transformando-os e roubando-os só para você.
   É tudo estranho, é tudo difícil, eu não quero que você perceba nada, mas quando penso, eu já agi. Já me entreguei, já disse, já amei. É bom alguns desses momentos, eu consigo me trancar nas lembranças quando estou prestes a fazer besteiras.
   E parece que tudo resolveu vir agora, problemas com minha mãe com meu pai, com meus irmãos, com você, com minha vida, com tudo e todos. Eu tento ter tudo sobre controle, mas eu não aguento sempre, eu preciso ás vezes deixar a armadura de lado e, chorar.
   Eu admito que preciso te ver, mas sem te ver eu morro de saudades, e te vendo sem te ter eu sofro de agonia.
   É tudo relativo, é tudo distinto. Ás vezes não quero te ver, e você invade minha casa. E ás vezes eu te desejo muito, e você me despreza. Todas as emoções são fortes, nada é neutro.
   Quando estou com você eu me sinto bem, seguro. Mas parece que tudo isso é uma brincadeira, eu não me conformo de gostar de você, mas eu me sinto bem assim, foi a primeira pessoa que eu realmente amei de verdade. Mas quer saber? Eu não vou sofrer por causa de você, não, eu vou sim.

                     
                                             Sai da minha vida. 

Um comentário:

  1. Caramba, me identifiquei totalmente! Amo esse blog. *u*

    ResponderExcluir